Como a cultura ágil impulsiona o transporte de cargas?

Acreditamos que agilidade, inovação e propósito são os pilares da sobrevivência dos negócios na era digital. E não é porque é “digital” que apenas áreas de tecnologia devem ser envolvidas, todos são afetados e responsáveis pela transformação digital e a busca por uma cultura mais ágil. É preciso formar uma liderança e cultura que nos faça repensar a forma como entendemos a TI e os negócios.

A Agile of Things vem apoiando a Brado Logística na adoção de uma cultura mais ágil. Não são apenas novas formas de trabalhar, mas sim uma nova necessidade estratégica que nos obriga a pensar diferente sobre nossos processos, nossos comportamentos e nossa maneira de apresentar resultados.

Na área de tecnologia, o time de desenvolvimento vem trabalhando com Scrum, um framework ágil que adiciona novos papéis, cerimônias e regras à forma de trabalho. Áreas de negócios demandam sugestões de melhorias, formando uma grande lista chamada Backlog. O Backlog é priorizado e o time organiza esse backlog em ciclos de 2 semanas, chamados de Sprints. Ao final do ciclo, temos uma nova atualização de software que pode ser usada pelos usuários.

Como dito antes, agilidade não está relacionada apenas à TI: muitas áreas de negócios não sabem como seus processos funcionam, se possuem gargalos ou como podem ser mais eficientes. Outras áreas definem processos imutáveis, que não permitem melhorias ou mudanças sem antes passar por grandes ciclos de decisões. Métodos como o “Design Sprint for Process: do AS IS ao TO BE em dias”, desenvolvido pela Agile of Things, vem ajudando a Brado a entender seus processos e saber como tornar seu dia-a-dia mais ágil e eficiente.

Wilian Vaz – Coordenador de Tecnologia Operacional da RUMO

“O Design Sprint for Process foi aplicado na resolução de problemas da área de negócios, e nos permitiu, além de uma visão dos gargalos no processo, a enxergar e entender o problema num contexto humano, comportamental, ajudando e unindo as pessoas que questionaram seu próprio papel dentro de um processo e de como melhorá-lo”.

Transformação Digital está mais relacionada com as pessoas do que com a tecnologia. A tecnologia é o motor que impulsiona o nosso futuro, mas são as pessoas que dão a direção, que mostram apontam para o norte. Sabe aquele slogan de Inteligência em Logística? É disso que estamos falando. Por fim, a agilidade organizacional é o combustível que faz tudo isso andar mais rápido. Para isso, temos que ter muito mais do que novas habilidades e conhecimentos, precisamos cultivar um comportamento que nos mova para uma cultura mais ágil, do problema à solução passando por todas as etapas do nosso dia-a-dia. E isso tudo só é possível com o suporte da TI, das Áreas de Negócios e da Alta Gerência da organização trabalhando juntos.

Você realmente precisa de vendedores?

Estou lendo um livro muito bacana: Lean Selling.

Hoje me deparei com alguns questionamentos bem interessantes! Mas primeiro precisamos definir uma premissa: a venda utilizando um time de vendas deveria ser um tipo de serviço prestado por uma empresa para entregar um certo valor aos seus clientes.

O primeiro questionamento é: quanto custa manter seu time de vendas em sua empresa para entregar os produtos / serviços aos seus compradores?

Continue reading…

Agile of Things inicia projeto de adoção e transformação ágil no Grupo Inlog

É com muito prazer que damos as boas vindas ao Grupo Inlog como um dos nosso principais clientes neste momento. O Grupo Inlog é uma empresa em operação desde 2000 que oferece soluções logísticas para maior ganho operacional e financeiro, através de serviços diferenciados e customizados, utilizando tecnologia de ponta. Atua nos mercados de Coleta de Resíduos, Distribuição Urbana e Transporte Coletivo Urbano, Rodoviário e Fretamento.

Continue reading…